segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

Um novo hotel nasceu em Fornos

HOTEL “ESTRELA À VISTA”

O hotel “Estrela à Vista” está praticamente concluído e vai receber os primeiros hóspedes no próximo dia 4 de Março, reforçando em quantidade e qualidade a oferta de alojamento num Concelho que aposta no Turismo como um importante fator de desenvolvimento.
A moderna unidade hoteleira situa-se no Concelho de Fornos de Algodres, no ambiente privilegiado da Serra da Esgalhada, e está classificado com quatro estrelas.
Dispõe de 146 quartos de diversas tipologias: 87 twin, 34 duplos, 24 suites júnior e uma suite presidencial. Dois dos quartos estão adaptados a utilizadores com mobilidade condicionada. Todos os quartos foram cuidadosamente decorados, estando equipados com Televisão, cofre, mini-bar, secador de cabelo, ar condicionado e acesso à Internet.
O hotel “Estrela à Vista” dispõe de restaurante, dois bares, quarto salas de conferência e lavandaria.
Oferece ainda como importante mais-valia um elegante SPA, piscina interior aquecida e um amplo leque de serviços, apresentando-se como local ideal para uma estadia tranquila e confortável.
Para José Miranda, Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, o “Estrela à Vista” reúne “todas as condições para se afirmar como destino de excelência para estágios desportivos, de futebol ou outras modalidades, contando com o apoio e proximidade de diversos equipamentos municipais que o Município criou ou requalificou”.
Este é um dos mercados que o hotel procura atrair mas a expectativa é que “a localização, a qualidade do serviço e os equipamentos possam seduzir fluxos turísticos que andam hoje por outros destinos”, acrescenta José Miranda.
O investimento ronda os 9 milhões de euros e o empreendimento é resultado de uma parceria entre o Município e um investidor privado ligado ao sector, Gumercindo Oliveira, proprietário de hotéis em S. Pedro do Sul (Monte Rio), Penafiel (Termas de S. Vicente), Aguieira (Monte Rio) e Montemuro (Termas do Carvalhal).
No “Estrela à Vista”, o terreno, o projeto e as infraestruturas são da responsabilidade da autarquia que detém também uma participação de 15 por cento no capital da empresa Terras Serranas, SA.
O hotel junta-se à unidade existente em Vila Ruiva, explorado pela fundação INATEL (edificado também numa parceria da autarquia com aquela instituição), transformando Fornos de Algodres num dos municípios da Beira Interior com melhor qualidade na oferta de alojamento.

1 comentário:

  1. Vejam lá se conseguem saber quanto é que a Câmara de Fornos gastou, com este edifício.

    ResponderEliminar